Telefone arrow-options
Pixabay/Creative Commons
País enfrenta isolamento social e desemprego, aumentando o estresse mental

A Linha de Ajuda para Estresse Psicológico dos Estados Unidos (equivalente ao Centro de Valorização da Vida do Brasil) registrou alta de 891% nas ligações durante a pandemia de Covid-19 . O país é o mais afetado pela doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), com 582 mil infectados e 23 mil mortos.

LEIA MAIS: Nova York e estados vizinhos já consideram reabrir comércio

Trata-se de uma linha especial que oferece amparo psicológico para pessoas que estejam passando por depressão, distúrbios e outros problemas psicológicos. Em março, o número de chamadas teve alta de 338% na comparação com fevereiro, de acordo com um dos coordenadores do Centro de Prevenção. 

A pandemia alterou a rotina de todos os americanos, com isolamento social decretado em todo o país. Durante um discurso recente, o presidente Donald Trump afirmou que a saúde mental seria um grande problema durante a crise causada pela Covid-19

Na última semana, 6,6 milhões de americanos desempregados se inscreveram para receber um aporte do governo. “Estresse, ansiedade e depressão são algumas das reações mais comuns durante um desastre deste porte”, diz o site oficial do Centro de Prevenção.

A linha 1-800-985-5990 foi criada em 2012 para dar auxílio psicológico aos cidadãos que se sentirem desamparados após furacões, tiroteios em massa, incêndios florestais e, mais recentemente, o coronavírus. 


    Veja Também

      Mostrar mais