Montanhas do Himalaia
Getty Images
Escaladas de montanhas do Himalaia são feitas em abril e maio

A quarentena para conter o avanço do novo coronavírus (Sars-CoV-2) na Índia melhorou a qualidade do ar no país e permitiu que moradores de cidades mais ao Norte do país pudessem voltar a ver as montanhas do Himalaia . Nas redes sociais, usuários publicaram fotos da paisagem que não eram vistas a pelo menos 30 anos devido à poluição.

No dia 24 de março, o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, ordenou por decreto que a população inteira do país — cerca de 1,3 bilhão de pessoas — ficasse em casa por três semanas.

Por conta da pandemia, o Nepal suspendeu no início de março as permissões para escalar o Everest, que faz parte da cordilheira do Himalaia e tem 8.848 metros de altitude.

A medida representa um golpe para a economia do Nepal, onde o turismo de escalada é uma fonte crucial de divisas. Até o momento, o país tem um caso confirmado de Covid-19 .

Leia também: Nova York: Hospitalizações caem e novo pico de morte é registrado em estado

Já a China, que também tem as escaladas como um roteiro turístico, notificou os organizadores das expedições que a rota tibetana, menos transitada, permanecerá fechada esta temporada.

A escalada do Everest acontece em abril e maio porque as condições meteorológicas são consideradas menos extremas.

    Veja Também

      Mostrar mais