Enfermeira
Reprodução
Imarís Vera era funcionária de um hospital em Chicago

Integrantes da linha de frente do combate ao Covid-19, médicos e enfermeiros são os mais expostos ao contágio durante a pandemia. Com a escassez de equipamentos de segurança, este risco aumenta ainda mais e acaba gerando cenas incomuns. Na última semana, o relato de uma enfermeira que pediu demissão de um hospital nos EUA por temer pela própria vida ganhou as redes sociais: "o país não está preparado para a batalha".

Leia também: Covid-19: após quedas seguidas, Espanha volta a registrar alta de mortes diárias

No vídeo, a enfermeira Imarís Vera aparece chorando ao revelar que pediu demissão e relata as dificuldades que vinha enfrentando em seu posto de trabalho em um hospital de Chicago. Entre os pontos listados por ela, destacam-se a falta de equipamentos de proteção para os funcionários e até de equipamentos de respiração artificial para o tratamento de pacientes com o novo coronavírus (Sars-Cov-2).

"Estive tentando me manter segura, pois tenho familiares com doenças pré-existentes e sei que eles não têm condições de conseguir um ventilador se contraírem a Covid-19 . Aqui, nenhuma das enfermeiras está usando máscaras. Por isso, comprei uma do tipo N95 para mim", diz Vera.

Entretanto, ela revela que não foi autorizada a utilizar o equipamento, mesmo em situações de maior risco. Foi neste momento que ela decidiu pedir demissão e evitar um problema ainda maior: "eu só queria me sentir segura e ter condições de trabalho adequada. A verdade é que os EUA não estão preparados para isso e os enfermeiros não estão sendo protegidos".

Após a publicação, a enfermeira recebeu muitas mensagens de apoio de pessoas que também estão enfrentando o problema, mas também foi muito criticada por ter "abandonado" pacientes em meio à pandemia do Covid-19.

Leia também: Ciumeira: proximidade de Mandetta com sertanejos incomoda Bolsonaro

"Tenho tentado responder todas as mensagens, mas gostaria de deixar algo claro: eu não abandonei a enfermagem . Estou procurando outro emprego, em um local que me dê condições e segurança. Me demiti porque temia pela minha saúde e da minha família. Comentários negativos não ajudarão em nada neste momento. Para os que foram compreensivos, meu muito obrigada", escreveu Imarís em seu perfil no Facebook.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários