Coronavírus
Agência Brasil
Estados Unidos passou a Itália no ranking de mortes em um dia

Os Estados Unidos bateram novo recorde de mortes por Covid-19 em 24 horas com um total de 1.169 óbitos, segundo informações da Universidade Johns Hopkins desta quinta-feira (2). O número fez o país ficar em primeiro lugar no ranking mundial de mortes registradas em um dia desde o início da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

O presidente americano, Donald Trump , falou em possivelmente 100 mil mortes no país. A quantidade corresponde à uma sifra maior que a soma de mortos nas Guerras da Coreia e do Vietnã.

Leia também: Trump testa negativo para coronavírus pela segunda vez

No início da crise, no entanto, Trump tratava o vírus com ceticismo e desdenhava do que ele chamava de "vírus chinês". Ao ver os números crescerem e o país se tornar o mais afetado, ele mudou o tom.

Aos poucos, os estados confinando suas populações e reuniões foram proibidas na cidade mais agitada do país, Nova York , com seus 8,6 milhões de habitantes.

Leia também: Covid-19: Democratas adiam convenção presidencial nos EUA

Em uma tentativa de aplacar a crise, o presidente exigiu, por meio da Lei de Proteção de Defesa, que montadoras de veículos produzissem respiradores pulmonares e os fornecessem ao governo. Para estimular a economia, ele ainda promulgou um plano de US$ 2 trilhões.

À população, Trump enviou uma carta aos americanos pedindo que todos fiquem em casa. "Mesmo se você for jovem, ou saudável, você está em risco e suas atitudes podem aumentar o risco para outras pessoas. É importante que você faça sua parte para reduzir o espalhamento do coronavírus". 

    Veja Também

      Mostrar mais