Coronavírus arrow-options
Agência Brasil
Casos da doença já atingiram a contagem milionária

Nesta quinta-feira (2), em mais um demonstração de força, a pandemia da Covid-19  atingirá a expressiva marca de um milhão de casos confirmados. Até a publicação desta matéria são 1,1 milhão casos registrados. Além disso, a doença chegou ao patamar de 50 mil mortes em todo o planeta. As informações dão da plataforma Worldometer. 

Leia também: Espanha tem novo recorde diário e ultrapassa marca de 10 mil mortes por Covid-19

Números do Worldometers e do ncov19live mostram que o novo coronavírus (Sars-Cov-2) seguiu a tendêndia dos últimos dias e manteve a taxa de mais de 100 mil novos casos diários. Anteriormente, foram alcançadas as marcas de 900 mil casos na quarta-feira (1º) e de 800 mil na terça (31).

Estados Unidos , Itália , Espanha e China seguem sendo os países mais atingido pela doença, com os norte-americanos registrando dois recordes negativos nas últimas 24 horas: total de casos confirmados, que já ultrapassa 215 mil, e mais de mil mortes em um único dia.

Entretanto, o pior número total de mortos ainda pertence aos italianos, que já somam quase 15 mil e são acompanhados de perto pelos espanhóis, que viram o número crescer nesta quinta-feira e passar a marca dos 10 mil.

Leia também: Homem que buscou atendimento por 5 dias morre com suspeita de Covid-19 no Rio

A França , que ainda tem apenas pouco mais da metade dos casos confirmados na China, também teve aumento considerável no número de mortos, inclusive ultrapassando o país asiático. Entre os franceses, já são mais de quatro mil óbitos, o que os coloca em quarto lugar na lista de mortes causadas pela Covid-19 .

Isolamento

Outro efeito da pandemia é o aumento no confinamento. Até o momento, mais de 3,9 bilhões de pessoas, metade da população mundial, já foram recomendadas ou forçadas a ficar em casa para combater a propagação do vírus, segundo uma contagem feita nesta quinta-feira (02) a partir de um banco de dados da AFP. 

    Veja Também

      Mostrar mais