Estados que implementaram lockdown registram menos casos de Covid-19; confira os números
Reprodução
Estados que implementaram lockdown registram menos casos de Covid-19; confira os números

O distanciamento foi imposto há duas semanas na Califórnia e em Washington , dois entre os estados mais povoados dos Estados Unidos, para conter as contaminações da Covid-19 . Enquanto Nova York demorou para aderir ao isolamento, hoje sofrendo com a maior quantidade de pacientes internados no país, os números começam a mostrar que o distanciamento social realmente está fazendo efeito nos lugares em que foi implementado mais cedo.

LEIA MAIS: Mais de 10 mil médicos e enfermeiros estão com Covid-19 na Itália

Apesar de casos de Covid-19 terem sido reportados na Califórnia antes mesmo de Nova York, o estado da costa oeste tem um crescimento mais controlado no número de casos de contaminados. Deborah Birx, coordenadora da crise do novo coronavírus na Casa Branca, afirma que o isolamento total realmente funciona: “quanto antes, melhor”, disse ao Washington Post.

Ao menos nos Estados Unidos, especialistas já concluem que a doença está se alastrando em velocidades distintas, de acordo com a localização. Tanto Califórnia quanto Washington ainda registram novos casos e mortes, mas os números estão desacelerando. Isso mostra que o isolamento social deverá durar mais algumas semanas nestes lugares.

Até o início de abril, Nova York registra uma taxa de 497 infecções a cada 100 mil habitantes. Em Seattle, onde escolas, áreas públicas e restaurantes tiveram que fechar as portas e o governo implementou o isolamento total, são 99 infecções para cada 100 mil. A população de Miami também recebeu ordens para que fiquem em casa, e contam com 72 casos de Covid-19 a cada 100 mil habitantes.

Os melhores números foram registrados em São Francisco, justamente no estado da Califórnia, onde apenas 33 habitantes em cada 100 mil foram contaminados pela Covid-19. O isolamento de São Francisco começou no mesmo período da quarentena de São Paulo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários