Profissionais de saúde representam 10% dos infectados na Itália
Unsplash/National Cancer Institute
Profissionais de saúde representam 10% dos infectados na Itália

Subiu para 3.359 o número de médicos, enfermeiros e demais operadores sanitários que foram contaminados pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) na Itália, desde o início da epidemia da doença no país.

Leia também: Novo coronavírus: Brasil tem 647 casos em 21 estados e no Distrito Federal

Segundo dados revelados nesta sexta-feira (20) pela Federação Nacional da Ordem dos Médicos (Fnomceo), nos últimos dois dias a quantidade de profissionais infectados na Itália aumentou 659. O número representa 10% dos casos totais.

Desde a última quinta-feira (19), a Itália é a primeira nação do mundo em números de casos do novo coronavírus : são 47.021 contaminações, com 4.032 mortes. Até o momento, 5.129 pacientes conseguiram se recuperar e 2.655 estão em terapia intensiva.

Leia também: Empresário paulista que foi a Bahia após confirmar coronavírus é processado

Por conta disso, o sistema de saúde da Itália está sobrecarregado em diversas cidades do país. Além disso, os médicos e enfermeiros que estavam com férias programadas tiveram o benefício cancelado e se revezam em plantões intensos para atender os pacientes com Covid-19 .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários