Praça na Argentina
Reprodução/Twitter
Fronteiras já tinham sido fechadas na Argentina

O presidente da Argentina , Alberto Fernández , vai decretar "quarentena total" a partir da meia-noite desta sexta-feira (20) para combater a propagação do novo coronavírus . A restrição na circulação de pessoas, que tem como exceção as saídas para comprar comida ou ir a farmácias, vai valer até 31 de março. Quem descumprir a regra poderá ser detido por "delito contra a saúde pública".

Segundo informações da imprensa argentina, as Forças Armadas e as polícias poderão fazer o patrulhamento para certificar que os moradores vão respeitar as novas regras.

Leia também: Rio tem voos internacionais e transportes intermunicipais suspensos à capital

A Argentina tem 128 casos confirmados da Covid-19, sendo que três pessoas também foram mortas no país sul-americano.

Antes da medida anunciada nesta quinta, o país já tinha determinado no domingo o fechamento das fronteiras por pelo menos 15 dias.


    Veja Também

      Mostrar mais