Justin Trudeau coronavírus
Reprodução/Facebook Justin Trudeau
Justin Trudeau

 O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, ficará em isolamento domiciliar devido aos temores do novo coronavírus, informou seu gabinete nesta quinta-feira (12).

Leia também: China declara fim do pico de coronavírus

A decisão foi tomada depois que a esposa do político canadense, Sophie Gregoire-Trudeau, começou a apresentar sintomas similares aos provocados pela Covid-19, depois de voltar de Londres, onde realizou um discurso na noite desta quarta-feira (11).

Segundo comunicado do governo, ela está realizando exames médicos para confirmar se está com o vírus ou não. Com isso, o casal ficará em isolamento domiciliar até que os resultados dos testes fiquem prontos.

O premier canadense, sob conselho de seu médico, continua exercendo suas atividades diárias de casa enquanto monitora sua saúde, mas "com muita cautela", explicou a nota, citada pela "BBC".

Leia também: Itália fecha todos os comércios para conter coronavírus

Até o momento, Trudeau não apresentou nenhum sintoma da doença, que já provocou a  morte de mais de 4,5 mil pessoas em todo o mundo. Nos próximos dois dias, ele realizaria reuniões em Ottawa com líderes locais. No entanto, os compromissos foram adiados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários