Uma mulher que mora na cidade de Borghetto Santo Spirito, na Itália, está vivendo um pesadelo. Ela está presa em casa com o cadáver de seu marido, que morreu de coronavírus segunda-feira (9). Assim que ele morreu ela avisou as autoridades, que a proibiram de sair de casa e não foram buscar o corpo, respeitando a medida de quarentena instaurada no local.

Leia também: Merkel critica fechamento de fronteiras contra coronavírus

máscaras cirúrgicas
Agência Brasil
Máscaras Cirúrgicas


O procedimento é de que ninguém se aproximasse do corpo durante o período de quarentena. O homem se recusou a ir para o hospital quando apresentou os sintomas da doença, o que agravou a situação. O prefeito da cidade, Giancarlo Canepa, disse em entrevista à CNN que a situação poderia ter sido evitada se ele tivesse recebido adequado.

    Veja Também

      Mostrar mais