suástica em monumento
Ansa
Suástica é pichada em monumento antifascista na Itália


A Itália foi palco de mais um ato antissemita na noite desta quinta-feira (20), quando vândalos profanaram um monumento que lembra o massacre de 1944 na Ponte degli Allocchi, no centro de Ravenna. A placa em homenagem a 12 pessoas, em sua maioria ligadas aos grupos de partigiani - como são chamados os heróis da resistência antifascista na Itália -, foi pichada com insultos e suásticas nazistas. Além disso, a mensagem 'Ciao Artioli' foi escrita no memorial, uma referência a Ivano Artioli, presidente da Associação Nacional dos Partisans Italianos (Anpi).

Leia também: Suástica é pichada em túmulo de líder antifascista na Itália

A reação do prefeito da cidade, Michele De Pascale, foi imediata. Ele convocou uma reunião para "responder resolutamente ao ultraje muito sério ao monumento da Ponte dei Martiri, um dos símbolos mais importantes da memória de toda a comunidade, reconhecida em valores democráticos, constitucional e patriota".

Segundo o político, a limpeza do local já está em andamento e será concluída nas próximas horas. "Repito, reagiremos severamente e colocaremos em prática todas as ações necessárias para identificar os responsáveis e leva-los à justiça", concluiu. As autoridades italianas iniciaram uma investigação e "a aplicação da lei já está em andamento". Este é o segundo ato antissemita registrado em Ravenna nos últimos dias.

Leia também: Mais uma apologia ao nazismo: Jovem usa suástica em shopping de Curitiba

No último dia 19 de fevereiro, uma suástica também foi pichada em um monumento construído em homenagem a soldados antifascistas mortos na Segunda Guerra Mundial. O local guarda os restos mortais de diversos combatentes que pertenceram ao grupo de combate da Brigada de Cremona.

    Veja Também

      Mostrar mais