Chavistas exibiram sapato de jornalista como troféu após ataque a Juan Guaidó
Reprodução/Twitter
Chavistas exibiram sapato de jornalista como troféu após ataque a Juan Guaidó


Depois de 23 dias em giro internacional, o autoproclamado presidente da Venezuela , Juan Guaidó , desembarcou no aeroporto internacional Simon Bolívar, em Caracas, nesta terça-feira (11), e foi recepcionado com grande hostilidade por apoiadores do presidente eleito, Nicolás Maduro. Vídeos divulgados nas redes sociais mostram as agressões e até um grupo de chavistas exibindo um sapato como troféu.

Deputados e jornalistas opositores que estavam no local também foram atacados. Em um vídeo, membros do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), uma mulher mostra um sapato que diz pertencer a Guaidó. Opositores, no entanto, mostraram vídeos comprovando que o calçado foi tirado de Maiker Yriarte, um dos jornalistas agredidos pela multidão.


Algumas das pessoas  que estava no aeroporto mostraram apoio a Guaidó assim que ele desembarcou, mas o clima tenso prevaleceu. Até uma funcionária de uma companhia área proferiu palavras contra o líder opositor. “Traidor! Você é um traidor da pátria”, vocifera a mulher em outro vídeo divulgado nas redes sociais.

Jornalistas usaram a internet para relatar os casos de agressão. Em um desses relatos, o fotojornalista Rafael Hernández publicou uma foto que mostra uma simpatizante de Maduro tentando acertá-lo com um pedaço de pau. “Também me deram um golpe na nuca”, escreveu o profissional.


De volta

Após o ataque, Guaidó usou o Twitter para se pronunciar. “Trago o compromisso do mundo livre, disposto a nos ajudar a recuperar a democracia e a liberdade. Começa um novo momento que não admitirá retrocessos e que precisa que todos façam o que precisam fazer”, declarou.

Leia também: EUA avisam que estão 'preparados' para reagir em caso de 'ação contra Guaidó'Fonte: undefined

“A todas as forças políticas, a todos os setores da vida civial, a toda a família militar: nunca a ditadura esteve tão sozinha. Assim que, hoje mais do que nunca, serão necessárias a união, a confiança e a disciplina política. Atentos a novos anúncios. Estamos de volta”, completou.


 Giro pelo mundo

Juan Guaidó  está fora da Venezuela desde o dia 19 de janeiro, desafiando a proibição de sair do país imposta pela Suprema Corte, por influência de Maduro . O primeiro destino foi a Colômbia, onde se reuniu com o presidente Ivan Dúque e com Mike Pompeo, secretário de Estado dos EUA, durante conferência contra de combate ao terrorismo.

Depois, o presidente autoproclamado se encontrou com autoridades britânicas no Reino Unido e com representantes europeus, em Bruxelas. Agora nos Estados Unidos, teve êxito em estreitar as relações com  Donald Trump . O líder opositor da Venezuela chegou a ser aplaudido por congressistas e democratas, durante discurso de Trump na terça-feira, quando foi apresentado como o “verdadeiro presidente da Venezuela”. No dia seguinte, ele se reuniu com o presidente norte-americano na Casa Branca.

    Veja Também

      Mostrar mais