Papa Francisco
Tomaz Silva/Agência Brasil
O Papa Francisco

O papa Francisco nomeou nesta quarta-feira (5) dois novos bispos nas dioceses das cidades de Osorno e Chillán, no Chile, após o escândalo de pedofilia que atingiu a Igreja Católica no país.

Leia também: Lula deve se reunir com papa Francisco na semana que vem 

As nomeações ocorrem após inúmeros casos de  pedofilia  abalarem a  Igreja Católica chilena em 2018 e provocar a renúncia coletiva de todo o episcopado do país.

Segundo comunicado da Nunciatura Apostólica do Chile, o Pontífice escolheu o atual auxiliar da arquidiocese de Santiago do Chile , dom Jorge Enrique Concha Cayuqueo, como o novo bispo de Osorno.

Além disso, o Papa argentino nomeou o padre Sergio Hernán Pérez de Arce Arriagada, administrador apostólico da diocese de San Bartolomé de Chillán, como bispo da mesma diocese.

Leia também: Homem é condenado a castração química após estuprar menina no Cazaquistão 

Na época em que os casos de pedofilia foram descobertos, o Papa confirmou o afastamento do ex-bispo de Osorno Juan Barros Madrid, acusado de acobertar denúncias contra o padre Fernando Karadima, que teve o estado clerical revogado.

    Veja Também

      Mostrar mais