Navio
Reprodução
Passageiros receberam autorização para desembarcar nesta sexta-feira (31)

Os passageiros que estavam bloqueados em um navio de cruzeiro em Civitavecchia, na Itália, devido a uma suspeita de novo coronavírus (2019-nCoV) em uma turista chinesa desembarcaram nesta sexta-feira (31).

Leia também: Rio: temporal 'joga' navio-plataforma de 78 toneladas em orla de praia; assista

O transatlântico Costa Smeralda levava cerca de 7 mil pessoas, entre passageiros e tripulantes, das quais 1.143 encerrariam sua viagem em Civitavecchia, mas estavam impedidas de sair do navio desde a manhã da última quinta (30).

"Houve uma grande tranquilidade a bordo, as coisas foram bem administradas, mas havia preocupação, até por causa dos rumores. Menos mal que correu tudo bem", disse o turista Filippo Rossi, um dos primeiros a desembarcar do cruzeiro.

Os passageiros estavam bloqueados no navio porque uma turista chinesa havia apresentado febre e problemas respiratórios, sintomas compatíveis com o novo coronavírus. Ela e seu marido, também chinês, foram isolados no hospital de bordo do Costa Smeralda, mas exames feitos por especialistas do Instituto Lazzaro Spallanzani, referência na Itália em doenças contagiosas, descartaram a hipótese de 2019-nCoV.

"Finalmente colocamos os pés em terra firme, após 24 horas de espera. A coisa mais importante é que o perigo de contágio foi eliminado, mas foi uma experiência muito estressante, sobretudo pela falta de comunicação por parte da tripulação", disse um turista italiano que não se identificou.

Até o momento, cerca de 9,8 mil pessoas já foram contaminadas pelo novo coronavírus, sendo 9,6 mil na China, e 213 morreram. Cerca de 20 países já foram atingidos, incluindo a Itália, com dois casos confirmados em um casal de turistas chineses proveniente de Wuhan, epicentro da epidemia, e que passa férias em Roma.

Leia também: Fotos do pai, armas e minions: detalhes da casa de Eduardo Bolsonaro em Brasília

Após a confirmação dos contágios, o governo italiano declarou estado de emergência. Os dois pacientes estão internados no Lazzaro Spallanzani, que disse que suas condições são boas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários