muralha da china arrow-options
Getty Images
Parte da Muralha da China foi fechada para evitar disseminação do coronavírus

A China adotou medidas para conter o coronavírus , que matou 26 pessoas e chegou a infectar mais de 800. Cerca de 10 cidades tiveram o serviço de transporte público interrompido para evitar a circulação do vírus. Os templos também foram fechados durante o Ano Novo Lunar, assim como a Cidade Proibida e parte da Grande Muralha

Leia mais: Anvisa aumenta desinfecção em aviões para evitar coronavírus no Brasil

O feriado do Ano do Rato, que começou na sexta-feira (17), foi interrompido para evitar índices de infecção. A Organização Mundial da Saúde ( OMS ) evitou declarar o vírus como epidemia para evitar preocupação internacional sobre o caso. 

Infecção chegou na Europa

Nesta sexta-feira (24), dois casos foram confirmados na Europa. As contaminações aconteceram na França, nas cidades de Paris e Bordeaux. O Nepal também registrou a primeira infecção nacional. 

Leia também: Ministério da Saúde garante que coronavírus não chegou ao Brasil

O paciente que foi internado em Bordeaux teria passado por Wuhan. Ele tem 48 anos e apresentou sintomas na quinta-feira (23). Desde então, está internado em um quarto isolado . Cerca de 10 pessoas teriam entrado em contato com ele após a chegada na França. Há poucas informações sobre o caso detectado na capital da França, Paris. 

Segundo a agência EFE, o caso do Nepal é de um estudante de doutorado que viajou da China para o país. A contaminação também teria ocorrido em Wuhan.  Exames feitos no paciente, que tem 31 anos, deram positivo e confirmaram as suspeitas sobre a contaminação pelo coronavírus.

O homem, no entanto, não foi isolado. A expectativa é que ele passe por novos testes para que os médicos possam avaliar a evolução do quadro clínico.

Coronavírus no mundo

Até o momento, 11 países estão na lista dos locais com casos registrados do coronavírus. A China desponta na lista com o maior número de casos, sendo 897 contaminados até esta sexta-feira (24). A Tailândia está em segundo lugar, com 5 pacientes. A Coreia do Sul e o Japão tem 2 casos cada, assim como a França, os Estados Unidos e o Vietnã. A Arábia Saudita, o Nepal e  Taiwan registraram apenas um caso.

    Veja Também

      Mostrar mais