Tamanho do texto

Segundo informações das autoridades, diversas pessoas seguem presas sob a neve, o que pode aumentar ainda mais o número de mortos na tragédia

Avalanche arrow-options
Reprodução/Twitter
Segundo informações, diversas pessoas seguem presas sob a neve no local da avalanche

Na última terça-feira (14), uma avalanche de grandes proporções atingiu diversas residências em Neelum Valley, na região noroeste do Paquistão, e causou a morte de ao menos 71 pessoas. Além dos mortos, diversas pessoas ficaram feridas e ainda há muitos desaparecidos.

Leia também: Presidente do Irã rejeita novo acordo nuclear e diz que Trump "quebra promessas"

Segundo informações da CNN, diversas residências foram atingidas pela avalanche e ficaram debaixo da neve. Por este motivo, as autoridades do Paquistão acreditam que possam haver mais mortos sob os escombros.

De acordo com Ahmad Raza Qadri, ministro de Estado para Gerenciamento de Desastres do país, as vítimas foram encaminhadas de helicópteros até hospitais na cidade de Muzaffarabad. Até o momento, cerca de 50 pessoas já foram atendidas após a tragédia.

Como a quantidade de neve que desceu sobre as casas é grande, as autoridades acreditam que o número de vítimas ainda possa subir. No local, moradores ajudam os agentes de resgate nas buscas por sobreviventes.

Leia também: Após adiamento, Mourão deve reinaugurar estação na Antártica nesta quarta

Em postagem nas redes sociais, o Primeiro-Ministro Raja Farooq Haider Khan prestou suas condolências aos parentes das vítimas e garantiu que sua administração "fará de tudo para tentar aliviar a dor das pessoas afetadas por esta catástrofe ".