Camelos foram trazidos para a Austrália em 1840
Pixabay/LoggaWiggler
Camelos foram trazidos para a Austrália em 1840

Cerca de 10 mil camelos selvagens em busca de água serão mortos por atiradores de helicópteros em uma região aborígene no Sul da Austrália. A medida tomada pelo governo australiano é um modo de proteger a comunidade indígena na região.

Leia mais: Nasa divulga imagens que mostram um terço da Austrália devastada pelo fogo; veja

A ação durará cinco dias e ocorrerá no território de Anangu Pitjantjatjara Yankunytjatjara (APY). Segundo o comitê executivo da região, os camelos em busca de água colocam em risco os habitantes e animais da região. É a primeira vez que uma medida deste tipo é tomada.

O Ministério do Meio Ambiente do estado defende a medida explicando que muitos camelos estão doentes ou morreram devido a seca que atinge a Austrália. Ele afirma que a carcaça dos animais pode contaminar fontes de água.

Leia também: Iranianos torcem por 'resposta diplomática' aos EUA: "guerra seria um suicídio"

O ano de 2019 foi o mais quente e seco na história da Austrália . O país está atualmente lidando com uma crise ambiental gerada por diversos focos de incêndio. Segundo a emissora ABC, os camelos serão abatidos e seus corpos, queimados longe das aldeias.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários