Tamanho do texto

Luis Lacalle Pou, do Partido Nacional, pediu que o Mercosul tenha mais pragmatismo em suas decisões e afirmou que ideologias podem atrapalhar

Lacalle Pou arrow-options
Facebook/Reprodução
Lacalle Pou irá assumir a presidência do Uruguai em março de 2020

Nas vésperas de um encontro do Mercosul, que começa nesta quarta-feira (4) no Rio Grande do Sul, o presidente eleito do Uruguai, Luis Lacalle Pou, do Partido Nacional, afirmou, nesta segunda (2), que há tensão entre o presidente Jair Bolsonaro  (sem partido) e o argentino Alberto Fernandez , que irá assumir a presidência do seu país na próxima semana. A informação é da rádio Jovem Pan .

Leia também: 'Galã' do PCC vai para presídio federal após informações sobre plano de fuga

Lacalle Pou pediu mais pragmatismo das decisões do Mercosul, bloco de países da América Latina, e que negociem acordos comerciais de forma independente. Na visão do uruguaio, a ideologia pode prejudicar os interesses nacionais ao impactar as relações internacionais dos países.

No último sábado (30), o presidente eleito do país vizinho disse querer fortalecer as relações com os presidentes do Mercosul. "Precisamos de uma região forte, com bons governos, que tenham um bom relacionamento", discursou durante o evento de comemoração de sua vitória. 

Leia também: Homem é preso após receber dinheiro de mulher para não estuprá-la

Lacalle Pou irá assumir a presidência do Uruguai em março de 2020 e seu mandato será de cinco anos. Ele será o primeiro presidente uruguaio de centro-direita após 15 anos de governo de centro-esquerda, comandado pela Frente Ampla, partido do ex-presidente José Mujica.