protesto
undefined
Bolívia enfrenta violenta crise

La Paz - O Senado boliviano autorizou neste sábado a realização de novas eleições gerais na Bolívia, sem a participação do ex-presidente Evo Morales , após um mês de uma violenta crise política, que deixou 32 mortos.

Leia mais: Governo da Bolívia processo Evo Morales por tentativa de terrorismo

"Aprova-se por unanimidade o Projeto de Lei Regime Excepcional e Transitório para a realização de eleições gerais", anunciou o Senado no Twitter.

A iniciativa passará nesta tarde à Câmara dos Deputados para a sua aprovação, antes de ser promulgada como lei pela presidente internina, Jeanine Áñez.

    Veja Também

      Mostrar mais