Ao centro, Claudia López comemorou a vitória no Twitter
Reprodução/Twitter Claudia López
Ao centro, Claudia López comemorou a vitória no Twitter

Claudia López foi eleita nas eleições regionais deste domingo (27) prefeita de Bogotá, capital da Colômbia. Ela será a primeira mulher lésbica a comandar a cidade. A ex-senadora se elegeu com 35% dos votos em uma disputa apertada com o segundo colocado, Carlos Fernando Galán, que obteve 32,48%.

Leia também: Fernández derrota Macri e é eleito presidente da Argentina

Claudia López é da Aliança Verde, um movimento ecologista colombiano. Ela tem um forte discurso anti-corrupção e, ao longo da última década, teve sua atuação política marcada por denúncias de conluio entre política, paramilitares e narcotráfico.

Logo após o resultado, Claudia López publicou uma série de agradecimentos em suas redes sociais
Reprodução/Twitter Claudia López
Logo após o resultado, Claudia López publicou uma série de agradecimentos em suas redes sociais

Durante a campanha, uma de suas principais promessas foi a de assumir o comando da polícia com o objetivo de enfrentar a criminalidade na capital.

Leia também: Eleição presidencial no Uruguai vai para o segundo turno, apontam pesquisas

Em seu Twitter, Claudia disse que “quando escolhemos o que no une, não só ganhamos como mudamos a história”. A imprensa local define a prefeitura de Bogotá como o segundo cargo mais importante do país, atrás apenas da Presidência.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários