Bebê que foi abusada sexualmente por amigo da família não resistiu aos ferimentos e morreu.
The Sun/Reprodução
Bebê que foi abusada sexualmente por amigo da família não resistiu aos ferimentos e morreu.

A menina Nariah, de um ano e cinco meses , morreu após ser torturada sexualmente em Richmond, na Virgínia, nos Estados Unidos. 

A tragédia aconteceu quando sua mãe, Aija Brown, pediu a Barron Spurlock para cuidar da criança por alguns minutos. Na volta, Brown encontrou a criança com ferimentos graves. O bebê morreu por complicações relacionadas à lesões no tronco, dias após o estupro. 

Leia mais: No meio de funeral, homem morto grita "me deixem sair"; assista ao vídeo

Acusado de assassinato e abuso sexual, Spurlock, que tem 25 anos, foi detido pela polícia. Ele era um conhecido da família há anos e antes do ocorrido, a criança já tinha ficado sob os cuidados dele sem nenhuma fatalidade acontecer.

Você viu?

Ao Richmond Times-Dispatch, a mãe disse que se despediu da filha dizendo que a amava. 'Eu vou deixar você com Ele. Estarei com você logo menos e vamos nos encontrar lá em cima e vou ter você nos meus braços mais uma vez', disse à criança. 

Leia também: Jiboia enorme está à solta em Sidney, na Austrália

O tenente Erland Marshall, responsável pelo caso, disse que a investigação deixou sua equipe em situação 'emocionalmente complicada' devido à idade de Nariah e aos ferimentos que a menina sofreu. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários