Donald Trump e Kim Jong-un retomaram relações diplomáticas entre EUA e Coreia do Norte no início de 2019
Divulgação/White House
Donald Trump e Kim Jong-un retomaram relações diplomáticas entre EUA e Coreia do Norte no início de 2019

A Coreia do Norte anunciou neste sábado (5) a interrupção das negociações nucleares com os Estados Unidos, retomada ontem na Suécia, informou a agência Yonhap, citando o principal negociador norte-coreano.

Leia também: Tumultos e protestos em Hong Kong não dão trégua

"As negociações não cumpriram nossa expectativa e finalmente foram interrompidas", disse Kim Myong Gil, em frente à embaixada da Coréia do Norte em Estocolmo. Em comunicado informado pela agência KCNA , o Ministério das Relações Exteriores afirmou que "não deseja" dar continuidade às negociações sobre seu programa nuclear , se os Estados Unidos não colocarem fim às suas "políticas hostis" A delegação do governo de Donald Trump, porém, garantiu que teve "boas discussões" com a Coreia do Norte em Estocolmo.

"Os comentários feitos pela delegação norte-coreana não refletem o conteúdo ou o espírito da discussão de hoje, que durou oito horas e meia. Os Estados Unidos trouxeram ideias inovadoras e tiveram boas discussões com seus colegas norte-coreanos", disse Morgan Ortagus, porta-voz do Departamento de Estado.

A reunião ocorreu poucos dias depois que o governo norte-coreano afirmou ter testado com sucesso um novo míssil balístico lançado por submarino.

Leia também: Surge segundo denunciante disposto a testemunhar contra Trump

As negociações nucleares haviam sido retomadas após meses de paralisia, depois de uma reunião entre o líder da Coreia do Norte e o presidente americano, realizada em fevereiro deste ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários