Tamanho do texto

Detida disse que na caixa estavam 'brinquedos sexuais'. Pedido foi feito para evitar que a polícia visse a caixa durante as buscas pelo marido desaparecido

caixa com cabeça humana arrow-options
Reprodução/Daily Mail
Carmen M. está sendo investigada após amiga denunciar caixa que ela estava guardando uma cabeça humana em decomposição.

Uma mulher foi presa na Espanha após deixar uma caixa contendo uma cabeça humana em decomposição sob os cuidados de uma amiga em Castro Urdiales, no norte da Espanha.

Para a colega, a mulher detida informou que a caixa continha brinquedos sexuais.

Segundo o Daily Mail, o pedido teria sido feito pela investigada para evitar que a polícia visse os 'brinquedos sexuais'. Os policiais teriam ido na casa da dona da caixa para obter mais respostas sobre o desaparecimento do seu marido, visto pela última vez em fevereiro.

Ao perceber o mau-cheiro da caixa, a amiga abriu para conferir o que tinha. Nesse momento, descobriu que o conteúdo se tratava, na realidade, de uma cabeça decepada.

A polícia foi acionada e a mulher identificada apenas como Carmem M ., de 61 anos, foi detida.

Leia mais: Ataque de alce deixa dois feridos nos Estados Unidos; assista ao vídeo

No momento, a polícia está tentando identificar a quem pertence a cabeça encontrada dentro da caixa. A mídia local relata que a cabeça pode pertencer ao parceiro de Carmen, de 67 anos. Um tribunal da cidade está investigando o caso. 

Leia também: Uma galáxia difícil de classificar

 A amiga de Carmen, que também reside em Castro Urdiales, perto de Santander, sofreu um ataque de pânico após a descoberta e está em tratamento.