Tamanho do texto

Diretor de programa esqueceu de cortar transmissão antes de entrar no estúdio e gritar, arremessando objetos e equipamentos. Polícia foi acionada

Mulher com fone de ouvido falando em microfone arrow-options
Claudia Vásquez / Arquivo pessoal
Claudia Vásquez foi agredida durante transmissão ao vivo

Parte da audiência de uma rádio da província de San Juan, na Argentina, acionou a polícia após escutar ao vivo a locutora do programa “Las Mañanitas”, Cláudia Vásquez, ser agredida pelo chefe dela, diretor da programação local. 

No áudio, divulgado nas redes sociais, é possível ouvir os dois discutindo e o homem começando a gritar alto e arremessar objetos. Entre os xingamentos, o homem chama Cláudia de lixo e de infeliz.

Leia também: Jovem é agredido por motorista de ônibus e denuncia homofobia

Em determinado momento a mulher chora. “Ele bateu a porta com o punho, jogou meu equipamento no chão, me agarrou pelos braços e me arranhou”, afirmou a locutora em entrevista ao jornal argentino Clarín.

Quando a mulher deixou o local, policiais que foram acionados pelos ouvintes já estavam do lado de fora a esperando. Ela prestou queixas e pediu uma ordem de restrição contra o chefe, alegando que os assédios ali são constantes. A polícia, porém, não detalhou se o homem já foi preso. 

Escute, abaixo, o áudio da transmissão ao vivo. As palavras são violentas.