Tamanho do texto

Atual comandante do país enfrenta graves denúncias de corrupção, e poderá ser julgado caso deixe de ser o primeiro-ministro

IstoÉ

Benjamin Netanyahu arrow-options
Alan Santos/Presidência da República
O atual primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, disputa eleições para se manter no cargo em Israel


A eleição em Israel terminou sem vencedores pela segunda vez em 2019. Nem Benjamin Netanyahu (foto), do Likud, nem Benny Gantz, do Azul e Branco, conseguiram maioria no Parlamento, mantendo o impasse sobre quem irá comandar o país daqui para frente. Agora, Netanyahu precisa negociar com os demais partidos para conseguir governar por meio de coalizão, algo que muitos partidos se recusam. Gantz, por exemplo, não respondeu aos convites. A aliança dos partidos árabes foi a terceira mais votada, e recusa a união com o Likud, por ser contra a atuação do governante no conflito Árabe-Israelense. A eleição vai além da manutenção no poder para Netanyahu, visto que pode sair do posto direto para o Tribunal de Justiça. Ele enfrenta graves denúncias de corrupção, e poderá ser julgado caso deixe de ser o primeiro-ministro.

Leia também: Netanyahu propõe coalizão ao rival para governar Israel, mas é rejeitado

Petistas milionários

Quarenta e nove funcionários da liderança do PT na Câmara dos Deputados ganharam na semana passada, em um bolão, os R$ 120 milhões acumulados na Mega-Sena – nenhum parlamentar confirmou que participou da aposta. Cada sortudo receberá cerca de R$ 2,4 milhões. Isso é troco diante dos bilhões que muitos de seus ex-chefes roubaram da Petrobras e extorquiram de empreiteiras, mas não resta dúvida de que é um dinheirão muito bem-vindo a quem é trabalhador. Há quem tenha depenado a estatal e hoje está preso – e sem dinheiro. Já os petistas da Mega-Sena ficaram ricos de modo legal. O número 13, que traduz a legenda, não foi sorteado. Assim que o plenário da Câmara soube do resultado, o deputado Kim Kataguiri pediu a palavra e perguntou: “o pessoal do PT vai socializar esse dinheiro aí.” O presidente da Casa, Rodrigo Maia, respondeu: “o senhor tem de ser liberal em tudo, não pode querer o dinheiro dos outros”. Vale a reflexão: um deputado tem salário de cerca de R$ 33 mil, o que durante um mandato resulta na bolada de R$ 1,5 milhão – não muito distante do prêmio pago. Ganhar na loteria, nesse País, é ser eleito deputado.

Por que tão tarde, Raquel Dodge?

Na terça-feira 17, em seu último dia no cargo, a ex-procuradora-geral da República Raquel Dodge pediu a federalização da investigação do assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes. Já são mais de 550 dias sem que
o crime tenha sido totalmente desvendado — falta, por exemplo, prender o mandante da execução. Se a intenção de Dodge era agilizar as investigações, por que a demora em tomar essa providência? O processo já está em fase de interrogatório de dois réus: Ronnie Lessa e Élcio de Queiroz, ambos presos. A família da vereadora teme que a troca de mãos da Polícia Civil para a Federal atrase ainda mais a resolução do caso.

Leia também: Reeleição de Netanyahu em Israel pode retomar guerra sangrenta com a Palestina

POLÍCIA FEDERAL
Líder do governo é alvo de busca e apreensão

O gabinete de Fernando Bezerra Coelho (foto), do PMDB e líder do governo no Senado, foi alvo de busca e apreensão em operação da Polícia Federal no Congresso. O gabinete de seu filho, Fernando Coelho, também foi vasculhado. A investigação apura desvios de dinheiro público em obras no nordeste. Uma das empresas envolvidas é a conhecida OAS – íntima de processos judiciais. A operação foi batizada de “Desintegração.”

CIÊNCIA
Vida eterna aos gatos. ou quase

Consternado com a morte de seu gato, um chinês contratou uma empresa de clonagem para prolongar a existência de seu animal de estimação. Garlic, como era chamado o gato, foi clonado um ano após a sua morte, em um procedimento que custou cerca de U$ 35 mil. O processo é feito com uma nova tecnologia, que utiliza as células somáticas do bichano. O dono, do agora batizado “Garlic 2.0”, afirma que ele não é idêntico ao seu antigo pet, mas que há muitas semelhanças. O próximo passo para a ciência é desenvolver um processo que transfira a memória do animalzinho que moreu para o seu clone, na tentativa de perpetuar também a relação com seu dono.

ECONOMIA
A queda dos juros

Meses atrás, quando o Banco Central baixou a taxa básica de juros para 6%, o alarde foi grande pelo fato de ela ter chegado ao menor patamar até então atingido pela Selic. Na semana passada, o BC derrubou ainda mais a taxa, estando agora em 5,5%. Com a inflação controlada, o governo faz de tudo para colocar a economia em movimento, oferecendo juros atrativos a fim de, em tese, facilitar o acesso ao crédito. Aos investidores, a Bolsa de Valores agora é ainda mais atraente, já que os investimentos de renda fixa ficaram menos rentáveis com os juros menores. No futuro, o mercado espera nova diminuição da taxa. torcendo para que, finalmente, o País volte a prosperar economicamente.