Tamanho do texto

Após revelação de imagens em que aparece usando 'blackface', premier promete proibir compra e posse de fuzis de estilo militar por civis no país

Justin Trudeau arrow-options
Reprodução/Facebook Justin Trudeau
A popularidade de Justin Trudeau vem caindo desde que um esquema de corrupção envolvendo seu nome foi descoberto no começo do ano

Enrascado em um escândalo de racismo após a revelação de imagens em que aparece usando maquiagem marrom no rosto e nas mãos em uma festa a fantasia — prática conhecida como brownface ou blackface e considerada extremamente ofensiva —, o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, tenta mudar de assunto me meio à campanha pela reeleição. Antes da polêmica, pesquisas eleitorais mostravam o atual premier em uma corrida apertada com seu principal rival, o líder do Partido Conservador Andrew Scheer, no pleito que acontece daqui a cinco semanas.

Leia também: Premier do Canadá aparece em foto com gesto racista

Em evento na cidade mais etnicamente diversa do país, Toronto, nesta sexta-feira, Trudeau prometeu proibir a compra por civis de fuzis de assalto estilo militar. Este mês, um jovem de 17 anos morreu e outras cinco pessoas ficaram feridas em um ataque a tiros numa comunidade nas cercanias de Toronto, no Canadá , e dois dias depois outra pessoa foi morta por uma arma deste tipo em novo ataque numa das principais autoestradas da cidade.

"Pensamentos e orações não são suficientes", afirmou. "Não precisamos de armas de assalto de nível militar, do tipo desenhada para matar o maior número de pessoas no menor tempo possível, para caçar um cervo".

Leia também: Por que o 'blackface' feito pelo premier canadense é uma forma de racismo

Líder do Partido Liberal, o premier canadense afirmou nesta quinta que continuaria a buscar a reeleição e pediu perdão pelas suas atitudes no passado. Na quarta-feira, a revista Time publicou foto de Trudeau com maquiagem marrom ( blackface ) no rosto e nas mãos e usando turbante e robe branco, numa fantasia de Aladim, personagem do Livro das Mil e Uma Noites.

A imagem, de 2001, era de uma festa temática de uma escola particular de Vancouver onde o primeiro-ministro, então com 29 anos, lecionava e estava em um livro de fotos escolares. Trudeau logo admitiu a ação e já ter usado “maquiagem no rosto” em outras ocasiões, consciente de que novas fotos do tipo poderiam surgir.