Tamanho do texto

Dana Holcomb, de 53 anos, afirmou ter sido vítima de discriminação racial durante um voo que ia para Austin em abril. Ele está processando a empresa

IstoÉ

Homem negro expulso de avião cachorro arrow-options
Reprodução
Após ser expulso de avião, o homem está processando a empresa.

Um americano afirma que foi expulso de um voo da American Airlines para que um cachorro pudesse viajar de primeira classe. Dana Holcomb, de 53 anos, está processando a companhia aérea. 

Leia também: Bebê a bordo! Mulher tenta entrar em voo com recém-nascido em bagagem de mão

Holcomb alega que foi vítima de discriminação racial em um voo que ia para Austin, em abril deste ano. Ele, que é negro, comprou uma passagem de primeira classe após ter comemorado o aniversário em Las Vegas. A viagem foi normal até Phoenix, onde fez uma conexão. Ao entrar na aeronave, ele descobriu que viajaria ao lado de uma mulher que estava com um cão de apoio emocional, mas o homem é alérgico a pelo de cachorro e começou a ter uma reação.

A mulher, que estava com o cachorro, pediu para trocar de lugar com outros passageiros da primeira classe, mas ninguém se prontificou. Os tripulantes da aeronave, então, pediram para Holcomb ir para o fundo do avião ou sair. Durante o incidente, um passageiro se ofereceu para trocar de lugar, mas o comandante negou e chamou a segurança do aeroporto para retirar o homem negro da aeronave.

No processo, dois passageiros testemunharam em favor de Holcomb. Um deles contou que o piloto do avião disse que o homem negro poderia “ser perigoso”. Em nota, a American Airlines disse que Holcomb estava agressivo e, por isso, foi retirado do voo .