Tamanho do texto

Um grupo de ambientalistas usou tinta vermelha para pichar as paredes da embaixada; eles escreveram palavras de ordem contra Bolsonaro

Fachada da embaixada do Brasil em Londres arrow-options
Reprodução/Twitter Daniel_IV_
Manifestantes questionam políticas ambientais do governo Bolsonaro

Em protesto contra as políticas do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, um grupo de manifestantes ambientalistas vandalizaram nesta terça-feira (13) a embaixada brasileira em Londres, no Reino Unido.

Leia também: Protestos pela educação acontecem em 16 estados e no DF; siga ao vivo

No local, os ativistas jogaram tinta vermelha na fachada da embaixada e picharam as paredes com as frases "ele não", "Stop Ecocide" ("pare ecocídio") "No More Indigenous Blood" ("sem mais sangue indígena") e "For The Wild"("pelo selvagem").

Além de protestarem contra Bolsonaro , os membros do grupo Extinction Rebellion também se manifestaram contra as mortes de indígenas e defenderam a proteção da Amazônia .

Leia também: Bachelet pede inquérito sobre violência policial em Hong Kong

Em nota, a embaixada disse que o "direito de protestar é assegurado em democracias como o Brasil e o Reino Unido". No entanto, o "direito de vandalizar não existe em país algum". Os protestos do grupo foram acompanhados pela polícia britânica.