Tamanho do texto

Polícia prendeu homem de 46 anos, divulgou fotos do motorista e convidou pessoas que tenham passado por caso semelhante a fazer denúncia

Mugshot de motorista de aplicativo arrow-options
Polícia de San Bruno / Divulgação
Motorista Tonye Kolokolo, de 46 anos, é suspeito de estuprar passageira bêbada

Um motorista do aplicativo de transporte Lyft, que oferece caronas remuneradas nos Estados Unidos, foi preso pela polícia da cidade de San Bruno, na Califórnia , por suspeita de estuprar uma passageira que utilizou os serviços bêbada. 

Segundo o canal norte-americano ABC7 News,  o motorista Tonye Kolokolo, de 46 anos, foi chamado em um bar e levou a vítima, que teve identidade preservada, para a casa dele, onde abusou sexualmente dela. 

Leia também: Motorista de aplicativo morre atingido por bloco de concreto arremessado no Rio 

A polícia de San Bruno acredita que mais pessoas possam ter sido vítimas do motorista . Por isso, divulgou foto do motorista e convidou aqueles que passaram por caso similar a prestar queixas por telefone ou por e-mail. 

    Leia tudo sobre: aplicativo