Tamanho do texto

Professor de história da Universidade de Nova York revelou gravação

reagan arrow-options
Getty Images
Ronald Reagan, ex-presidente dos EUA, xinga delegados da ONU de "macacos" em conversa vazada

Em fitas divulgadas recentemente pela revista 'The Atlantic', o ex-presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan descreveu alguns delegados africanos para as Organizações das Nações Unidas (ONU) como 'macacos'.

Leia também: EUA impõem sanções ao ministro das Relações Exteriores do Irã

O comentário racista aconteceu em 1971 durante uma ligação com o então presidente, Richard Nixon. Reagan , que era governador da Califórnia na época, ficou irritado depois que delegados africanos na ONU foram contras aos EUA em uma votação para substituir o Taiwan pela China para uma das cinco posições de membros permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

"Para ver esses macacos desses países africanos, maldição, eles ainda estão desconfortáveis usando sapatos!", disse Reagan, que era defensor de Taiwan .

Os delegados, membros da Tanzânia, fizeram uma dança após a ONU votar para reconhecer a China e tirar Taiwan. A gravação divulgada pela revista foi enviada por um professor de história da Universidade de Nova York. Ronald Reagan foi presidente dos Estados Unidos entre 1981 e 1989, período marcado pela guerra fria.