Tamanho do texto

'Não surpreende que Trump o ame tanto', afirmou senador norte-americano

Bernie Sanders arrow-options
Reuters/Brian Snyder
Bernie Sanders criticou o presidente Jair Bolsonaro


O político norte-americano Bernie Sanders fez críticas a Jair Bolsonaro nesta quinta-feira (1) e afirmou que o presidente brasileiro está destruindo a floresta amazônica. O senador democrata, que também é pré-candidato à presidência dos Estados Unidos, disse que Bolsonaro é "uma ameaça". 

Leia também: Bernie Sanders sai em defesa de Lula e pede que condenação seja anulada

Em sua conta do Twitter, Bernie Sanders compartilhou uma notícia do jornal New York Times , que mostra parte da floresta desmatada com a legenda: "Aqui está como o desmatamento da Amazônia se encontra no Brasil. Por décadas, proteger a floresta tropical estava no centro da política ambiental do país. Após sete meses de mandato, o presidente de extrema-direita, Jair Bolsonaro, mudou drasticamente o curso."


"Nós devemos prestar atenção nisso", escreveu Sanders. "O presidente Jair Bolsonaro, um autoritário da extrema-direita, está destruindo a floresta amazônica rapidamente. Ele é uma ameaça para os trabalhadores, minorias, jornalistas e um planeta habitável. Não surpreende que Trump o ame tanto", completou. 

Não é a primeira vez que o político faz críticas ao presidente brasileiro. Em outubro do ano passado, o senador afirmou que Bolsonaro "explora o medo" para manter o poder. No mês passado, Sanders disse ao The Intercept que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi preso em "um processo politizado" e pediu a anulação de sua condenação.

    Leia tudo sobre: Lula