Tamanho do texto

Policiais passavam informações sobre um homicídio no momento da transmissão; coletiva teve que ser regravada e viralizou nas redes sociais

IstoÉ

polícia arrow-options
Reprodução/Twitter
Polícia canadense esqueceu filtro ligado durante transmissão ao vivo

Um descuido da Real Polícia Montada do Canadá durante uma entrevista coletiva para a imprensa acabou viralizando nas redes sociais. Durante a transmissão ao vivo no Facebook, policiais esqueceram acidentalmente o filtro de gato ligado enquanto informações de um homicídio eram passadas.

Leia também: Acidente bizarro: homem morre após ter pescoço quebrado por onda nos EUA

A polícia canadense passava informações sobre o assassinato da americana Chynna Deese e do namorado australiano Lucas Fowler. Os dois foram mortos no estado da Columbia Britânica após levarem tiros perto de uma estrada no dia 15 de julho deste ano.

Janelle Shoihet, sargento que passava as informações sobre o crime, disse que o filtro de gato foi um problema e citou dificuldades técnicas na transmissão. A transmissão foi regravada, na sequência, sem o filtro de gato no rosto dela.

A polícia afirma que o filtro de gatinho, popular em algumas redes sociais, estava nas configurações automáticas e se desculpou pelo erro.