Tamanho do texto

Lee Dingle, de 37 anos, morreu após ser atingido por onda e bater a cabeça na areia; banhistas tentaram ajudar, mas ele acabou morrendo no local

Família Dingle arrow-options
Reprodução/Facebook
Lee Dingle ao lado dos seis filhos e da mulher, Sharon

Um acidente bizarro acabou matando um homem neste final de semana em uma praia de Oak Island, no estado norte-americano da Carolina do Norte. Enquanto brincava com alguns dos filhos dentro da água, ele foi atingido por uma forte onda e acabou quebrando o pescoço.

Segundo informações da NBC, Lee Dingle, de 37 anos, estava com três dos seis filhos dentro da água quando foi derrubado pela arrebentação de uma forte onda . Com o impacto, acabou batendo a cabeça na areia com muita força e quebrou o pescoço, no que foi considerado pela família um "acidente bizarro".

Leia também: EUA acusam Venezuela de ameaçar avião militar americano em águas internacionais

"Lee estava com nossos filhos e não viu quando a onda acertou sua cabeça por trás. A força fez com que ele atingisse a areia muito rápido, e isso acabou sendo fatal", lamentou Sharon Dingle, mulher de Lee , em postagem nas redes sociais.

Ela revelou ainda que alguns banhistas tentaram salvá-lo após o acidente, mas que o acúmulo de água engolido por Lee após a contusão e a lesão em sua garganta fizeram com que o oxigênio deixasse de chegar ao cérebro do marido, o que acabou o matando.

"Meu companheiro, meu amor e minha casa morreram hoje. Não sei como seguir minha vida sem ele, mas tentarei aprender", lamentou Sharon , que estava casada com Lee há 20 anos. Ele presidia uma empresa em Raleigh, cidade em que vivia com a família.

Leia também: Filho de Flordelis pede justiça pela morte do pai e ataca irmãos: "eram aquém"

"Acredito que todos que o conheceram se tornaram pessoas melhores por terem tido a oportunidade de estar ao lado dele e seguir o exemplo de cuidado e generosidade que ele era", afirmou April Schweitzer, amiga da família .