Tamanho do texto

Presidente Andrés Manuel López Obrador disse que queria que não existissem casos assim. "Não quero que ninguém fique preso, que ninguém sofra. Sou um idealista”. El Chapo foi sentenciado à prisão perpétua

Andrés Manuel López Obrador arrow-options
Reprodução/Twitter
O presidente mexicano Andrés Manuel López Obrador lamentou a prisão perpétua de El Chapo.

O p residente do México , Andrés Manuel López Obrador, lamentou, durante coletiva realizada nesta quinta-feira (18), a condenaçao à prisão perpétua de El Chapo. “Lamento muito que haja casos desse tipo. Não quero que ninguém fique preso, que ninguém sofra. Sou um idealista”, afirmou o mexicano.

Leia também: Família alega “vontade de Deus” após ficar oito anos sem pagar impostos

Depois de três meses de julgamento, El Chapo foi condenado à prisão perpétua por traficar toneladas de drogas para os EUA . Ele também foi acusado, durante o processo, de ter torturado e matado 26 pessoas.

 “Quando todas essas coisas que acontecem terminam em condenações como essa, uma condenação para ficar na prisão o resto da vida, em uma prisão hostil, dura, desumana, sim, isso me comove”, disse o presidente.

O governo dos EUA está tentando embargar cerca de US$ 12,6 bilhões (cerca de R$ 44 bilhões) que El Chapo teria acumulado ao longo dos anos. Entretanto, todas as tentativas falharam até o momento.

Leia também: Filho de Trump nega hipótese de assumir embaixada em Brasília

O presidente mexicano disse que “tudo o que for confiscado e que tenha a ver com o México deve ser devolvido para o México ” . Obrador disse ainda que acredita que os EUA concordarão com isso. “Acredito que sobre isso o governo dos Estados Unidos também estará de acordo, de nos entregar o que pertence ao México” concluiu o político.