Tamanho do texto

Imagens de satélite divulgadas nesta quarta-feira (10) mostram que o tremor de 7,1 graus na escala Richter causou danos permanentes ao solo do estado

Rachadura arrow-options
Reprodução
Rachadura causada por terremoto pode ser vista do espaço

Imagens de satélite divulgadas pela empresa Planet mostram que o terremoto de magnitude 7,1 que atingiu o estado da Califórnia, nos Estados Unidos, na última semana, deixou uma enorme rachadura no solo que pode ser vista do espaço.

Leia também: Maior terremoto dos últimos 20 anos atinge o sul da Califórnia

O terremoto , segundo em dois dias na cidade, aconteceu às 20h33 no horário local, 0h33 deste sábado (06) no horário de Brasília, e o epicentro foi registrado a 17 km de Ridgecrest, a 250 km de Los Angeles , onde o terremoto também foi sentido, assim como em Phoenix, Las Vegas e Reno.

Gavin Newsom, governador da Califórnia , declarou estado de emergência para o condado de San Bernardino. Na quinta (04), quando o primeiro tremor foi sentido, a medida já havia sido tomada.

Em Ridgecrest há uma base da Marinha americana onde um amplo espaço deserto são testados bombas e mísseis. O terremoto provocou danos no complexo, incêndios e  vazamentos de água. De acordo com o major-general David Baldwin, uma força-tarefa conjunta com 200 forças de segurança e aeronaves militares será enviada para ajudar.

Um estudo divulgado em 2006 revelou que a Falha de San Andreas já acumulou energia suficiente para um cismo de manitude superior a 7.0 graus na escala Richter. Segundo os pesquisadores, no entanto, o fenômeno não tem hora e nem uma região específica para acontecer.

Leia tmabém: Vídeos registram pânico após terremoto nos EUA: "Pensei que o chão fosse abrir"

Uma pesquisa anterior havia previsto que o Big One aconteceria entre 1989 e 1993, mas o tremor acabou não ocorrendo. Em 1989, no entanto, o terremoto de Loma Prieta, que começou em uma área pouco habitada, mas acabou atingindo São Francisco, deixou 63 mortos e prejuízos calculados em mais de US$ 5 bilhões. O cismo, no entanto, foi de "apenas" 6.9 graus.