Tamanho do texto

A estudante norte-americana Jordan Lindsey, de 21 anos, passava férias no Caribe e praticava mergulho quando foi surpreendida pelos animais

Tubarões
Reprodução
Jordan Lindsey, de 21 anos, morreu após ser atacada por três tubarões

Uma estudante norte-americana de 21 anos morreu tragicamente nesta quarta-feira (26) em Rose Island, nas Bahamas, após ser atacada por três tubarões. Jordan Lindsey praticava mergulho quando foi surpreendida pelos animais. A mulher chegou a ser socorrida e foi encaminhada para um hospital, mas chegou morta ao local.

Leia também: Militar preso com cocaína divide cela de 18 m² e tem banho de sol na Espanha

A jovem, que estudava comunicação na Loyola Marymount University e vivia na cidade de Torrance , na Califórnia, passava férias no Caribe com a família. De acordo com os pais da jovem, eles avistaram os tubarões se aproximando e tentaram avisá-la, mas não tiveram tempo.

De acordo com os legistas da hospital nas Bahamas , a jovem teve um dos braços arrancados e sofreu lesões no outro braço, na barriga e nas nádegas. Ela morreu antes de chegar ao hospital.

A família da jovem atacada pelos tubarões lançou uma campanha na internet para arrecadar fundos para fazer o translado do corpo para os Estados Unidos. Eles pediram uma quantia de U$ 25 mil e arrecadaram, em pouco mais de 14 horas, cerca de U$ 31 mil. "ordan tinha a alma mais bonita e gentil que existe, ela fará muita falta", escreveu a família na página.