Tamanho do texto

Segundo a investigação, piloto havia ficado 24 horas sem dormir e passava por "níveis agudos de fadiga" antes de voar da Tasmânia para King Island

avião
Reprodução/The Independent
Piloto passou o aeroporto e percorreu 78km antes de acordar e retornar

Um piloto dormiu enquanto estava no controle de um avião que sobrevoava a Austrália e percorreu 78 km após ultrapassar o aeroporto onde deveria pousar. Segundo a investigação, o homem estava há 24 horas sem dormir quando foi realizar o voo.

Leia também: Passageira dorme e é esquecida em avião no Canadá

De acordo com a imprensa internacional, o piloto voava da Tasmânia para King Island e experimentava “níveis agudos de fadiga”. Ele era a única pessoa a bordo do avião Piper PA-31-350, quando adormeceu durante a descida da aeronave no aeroporto de King Island.

Controladores de tráfego aéreo perceberam que algo estava errado, quando o piloto passou reto pelo ponto onde deveria pousar e continuou sobrevoando a ilha . Foi somente após 78 km que o homem acordou e retornou ao aeroporto , onde realizou o pouso em segurança.

Leia também: Comissários retiram passageiros de avião após feto ser encontrado em banheiro

A Australian Transport Security Board (ATSB) investigou o caso e descobriu que o piloto não havia conseguido dormir antes do voo e, com isso, seu nível  de cansaço estava afetando seu desempenho.

"Esta investigação destaca a necessidade de os pilotos avaliarem seu nível de fadiga antes e durante o vôo", disse o diretor executivo de segurança de transporte da ATSB, Nat Nagy, ao site britânico The Independent .

Leia também: Técnico morre após tomar choque elétrico no aeroporto de Salvador

Ainda de acordo com o diretor é de responsabilidade do piloto que ele durma adequadamente e se afaste do trabalho caso esteja cansaço, assim como é de responsabilidade dos operadores implementar políticas e acostumar a tripulação a relatar fadiga, em casos como esse.