Tamanho do texto

Tiffani O'Brien relatou ter acordado sozinha no avião escuro horas após seu voo; empresa aérea disse que está analisando para entender o que aconteceu

Avião da Air Canada
Reprodução/Air Canada
Air Canada disse que está analisando o caso

Uma passageira foi esquecida no avião após um voo no Canadá. A mulher dormiu durante a viagem e, quando acordou, estava sozinha no avião, que estava desligado, vazio e escuro.

Tiffani O'Brien pegou um voo da Air Canada de Quebec para Toronto no dia 9 de junho e, como não havia ninguém sentado nas poltronas ao seu lado, deitou e adormeceu profundamente. Por volta de meia noite, algumas horas depois do pouso, ela acordou e se deparou com a aeronave vazia e escura.

Leia também: Comissários retiram passageiros de avião após feto ser encontrado em banheiro

Tiffani relata ter ficado em pânico. Ela tentou se acalmar e enviou uma mensagem para sua amiga que a havia levado ao aeroporto e, sem seguida, a bateria de seu celular acabou. A amiga de Tiffani entrou em contato com o aeroporto Pearson , em Toronto, explicando a situação. Enquanto isso, a passageira procurou um modo de sair do avião.

Em um relato publicado por sua amiga na página do Facebook da Air Canada, Tiffani contou que conseguiu entrar na cabine de comando, onde encontrou uma lanterna e tentou piscá-la pelas janelas para pedir socorro. Sem resposta, ela também tentou usar os interfones para se comunicar com a torre de comando, mas mais uma vez não obteve contato.

Leia também: Comissária é arremessada para o alto durante forte turbulência em voo; assista

Por fim, Tiffani conseguiu abrir uma porta e se pendurou para fora da aeronave . Quando estava prestes a pular, um funcionário do aeroporto a avistou e a ajudou a descer.

No relato compartilhado dez dias depois do incidente, Tiffani afirma ainda estar sofrendo as consequências do caso, com ataques de pânico e dificuldades para dormir. “Eu não tenho dormido muito desde então, terrores noturnos recorrentes e acordar ansiosa e com medo de que eu esteja sozinha trancada em algum lugar escuro”, disse. “Por favor, compartilhe se você souber de alguém que passou por isso, eu não gosto de me sentir tão sozinha”, ela apelou.

Leia também: Passageiro confunde saída de emergência com banheiro e atrasa voo em 7 horas

No dia, os funcionários da Air Canada que a receberam no aeroporto ofereceram levá-la de limousine para um hotel, mas Tiffani recusou e preferiu ir para casa com seu próprio carro. Em resposta à publicação no Facebook, a Air Canada afirmou que estava “surpresa” e “preocupada” e pediu que Tiffani entrasse em contato com a empresa. Mais tarde, em nota, a Air Canada disse estar analisando o caso.