Tamanho do texto

A adolescente precisou amputar a perna esquerda e alguns dedos da mão; Charlie Winter é bombeiro e paramédico e conseguiu salvar a filha do ataque

paige e charlie winter
Reprodução/Today
Paige e Charlie Winter

Um pai deu cinco socos em um tubarão para que ele soltasse a sua filha de 17 anos, Paige Winter. O caso aconteceu na Carolina do Norte, nos Estados Unidos. De acordo com a família, a jovem precisou amputar uma perna e alguns dedos da mão depois do ataque. 

Leia também: Tubarão gigante morre engasgado com tartaruga entalada na garganta; veja imagens

No último domingo (2), Paige estava com seu pai, Charlie Winter, na praia de Atlantic Beach no parque Fort Macon State, quando foi atacada por um tubarão . Assim que ele percebeu o que estava acontecendo, começou a bater no animal. "Eles estavam em pé com a água até a cintura e conversando e, em seguida, Paige subitamente foi puxada para baixo", contou um amigo da família ao jornal Today. 

"Charlie não iria parar até que liberasse sua filha. Ele vive para seus filhos", completou Brandon Bersch. Por sorte, Charlie é bombeiro e paramédico. Quando soube da extensão dos ferimentos, começou a aplicar pressão na perna de Paige. De acordo com Bersch, o pai se manteve calmo o tempo todo e a adolescente só sobreviveu porque ele a salvou. 

De acordo com a família, Paige precisou amputar alguns dedos e a perna esquerda do joelho para baixo. Amigos dos Winter abriram um financiamento coletivo na internet para ajudar a pagar os custos da cirurgia, terapia e recuperação. Em apenas um dia, mais de 700 pessoas doaram e o valor ultrapassou o esperado. 

"O pai de Paige, fuzileiro naval, bombeiro e paramédico, serviu seu país e sua comunidade nos últimos 20 anos. Agora é hora de nos reunirmos com ele e sua família para ajudá-los em seu tempo de necessidade", escreveram os amigos. Após o ocorrido, a adolescente publicou um comunicado agradecendo o atendimento dos médicos. "Eu sei que tenho um longo caminho para a recuperação, o que inclui cirurgias adicionais. Vou continuar positiva e agradecer por não ter sido pior", escreveu.

O hospital também divulgou uma nota sobre o caso. "Ela está em boas condições e recebendo excelentes cuidados. Sua família expressa seu apreço pelos socorristas, pelas pessoas na praia que ajudaram e seu heróico pai que salvou sua vida", diz o texto. "Apesar desta circunstância infeliz, Paige é um defensor inabalável da vida marinha e dos animais que vivem na água. Ela deseja que as pessoas continuem a respeitar os tubarões em seu ambiente e sua segurança". 

Leia também: Tubarão é flagrado engolindo a cabeça de outro tubarão em foto impressionante

Além de ter salvo sua filha de um ataque de tubarão, Charlie Winter resgatou um menino de 2 anos de idade de um incêndio em 2013. Ele chegou a receber um o Prêmio Nacional dos Veteranos de Guerras Estrangeiras dos Bombeiros dos EUA.