Tamanho do texto

Durante visita à Inglaterra, presidente americano se encontrará com a rainha e com os príncipes Harry, William e Charles, além de Kate Middleton

Trump
Divulgação
"Fake news", diz Trump sobre acusações de que teria ofendido Meghan Markle

Às véspera de uma visita de estado ao Reino Unido, o presidente americano, Donald Trump, negou ontem ter dito que Meghan Markle , esposa do príncipe Harry, é "desagradável".

LEIA MAIS: Líder do partido social-democrata da Alemanha renuncia e põe coalizão em risco

"Nunca chamei Meghan Markle de desagrádavel. Isso foi inventado por fake news". A controvérsia surgiu após uma entrevista de Trump ao jornal britânico The Sun. Nas mídias sociais do tablóide, foi publicada uma sequência de menos de 45 segundos em que o presidente americano usa a palavra "desagradável", quando se referia a Markle. O jornalista que entrevista o presidente começa a contar que a duquesa de Sussex não se encontrará com ele no Reino Unido, porque está de "licença-maternidade" e, em seguida, acrescenta que ela não tinha sido "muito amigável com (ele) durante a campanha". O entrevistador insiste que durante a campanha presidencial americana a ex-atriz disse que se mudaria para o Canadá se Trump ganhasse a eleição. Trump responde: "Muitas pessoas se mudam... o que posso dizer? Não, eu não sabia que ela era desagradável".

LEIA MAIS: China diz que repressão na Praça da Paz foi "correta"

O entrevistador insiste que durante a campanha presidencial americana a ex-atriz disse que se mudaria para o Canadá se Trump ganhasse a eleição.

Em entrevista transmitida pela CBS no domingo, o ministro britânico das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, disse que essa controvérsia não mancharia a recepção do presidente dos Estados Unidos em Londres. "Não acho que isso atrapalhe a recepção (de Trump) porque, entre outras coisas, aprendemos com esse presidente que devemos concordar em ter desentendimentos", disse Hunt. 

LEIA MAIS: Navio cruzeiro perde o controle e acerta porto em Veneza

Trump se encontrará com a rainha Elizabeth , com os príncipes Harry, William e Charles, além de Kate Middleton durante sua estada no país.

    Leia tudo sobre: Donald Trump