Tamanho do texto

Presidente norte-americano disse que está disposto a negociar "quando Irã estiver pronto", mas que agora não há discussões em andamento com o país

Donald Trump discursando
Reprodução/Twitter
Presidente subiu o tom nas tratativas com o Irã

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou, nessa segunda-feira (20), que o Irã enfrentará uma reação de "grande força" caso faça algo que vá contra os interesses norte-americanos no Oriente Médio. Acrescentou ainda que  Teerã tem sido muito hostil em relação a Washington, mas que está disposto a negociar com o Irã "quando eles estiverem prontos", mas que agora não há discussões em andamento.

Leia também: Jornalista do New York Times deixa Colômbia após denúncias contra o exército

As declarações de Trump foram dadas apesar de pressões de Teerã para que os EUA tratem a República Islâmica com respeito, e não com ameaças de guerra, em resposta a comentários feitos pelo líder norte-americano no último domingo (19), que ampliaram as preocupações quanto a um possível conflito entre os dois países.

"Com o Irã, veremos o que acontece", disse Trump. "Mas eles têm sido muito hostis. Eles realmente têm sido os provocadores número 1 do terror."

"Acho que o Irã estará cometendo um grande erro se fizer algo. Se fizer alguma coisa, receberá uma reação de grande força, mas não temos indicações de que eles farão", disse. "Não teremos escolhas", completou.

Trump alertou os líderes iranianos que não telefonem para conversas, a não ser que estejam preparados para negociar.

Leia também: De olho na Casa Branca, democrata quer multar empresa que pagar menos a mulheres