Tamanho do texto

Em 2017 a Corte Suprema do país tinha determinado que casais LGBTs tinham direito de casar e deu um prazo de 2 anos para mudança na lei

Dois homens de terno e braços dados, cada um segurando uma bandeirinha LGBT
shutterstock
O parlamento de Taiwan analisou três propostas de lei para autorizar o casamento homoafetivo

Taiwan se tornou o primeiro país da Ásia a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, graças à aprovação no Parlamento de uma lei sobre o tema nesta sexta-feira (17), que passou com 66 votos a favor e 27 contrários. A decisão foi comemorada por centenas de pessoas do lado de fora do Parlamento, em Taipei.

Leia também: Lei de partidos de extrema-direita da Áustria proíbe véu islâmico em escolas

Em 2017, a Corte Constitucional de Taiwan tinha estabelecido que os casais gays tinham direito a contrair matrimônio legalmente e estabeleceu um prazo de dois anos - que termina dia 24 de maio - para que as leis do país fossem alteradas.

Com isso, o Parlamento analisou três propostas de lei para regulamentar o casamento homoafetivo . A proposta aprovada foi a mais progressista, contemplando amplamente os casais e prevendo questões como pensão e guarda dos filhos.

Leia também: Empregada é amarrada a árvore durante punição aplicada por patrões sauditas

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), a comunidade LGBT corre o risco de sofrer condenações em 65 países do mundo atualmente, sendo que em oito um homossexual pode ser condenado à morte. A ONU divulgou nesta sexta-feira um relatório sobre o tema, por ocasião do Dia Mundial contra a Homofobia.