Mina subterrânea
Reprodução
Empresa responsável pela mina afirmou que trabalhadores que ficaram presos na África do Sul estão bem

Cerca de 1,8 mil trabalhadores estão presos em uma mina subterrânea de platina em Rustenburg, na África do Sul , após um incidente em um poço de saída.

Segundo a mineradora Sibanye-Stillwater, responsável pela exploração do local, alguns trilhos que estavam sendo transportados para o subsolo caíram e bloquearam o poço.

"Os operários têm comida, água e ar suficientes", garantiu o porta-voz da empresa, James Wellsted. Os trabalhadores serão retirados da mina por meio de um túnel alternativo de quatro quilômetros de comprimento, mas ainda não há previsão para a conclusão do resgate.

Leia também: Gastos militares globais atingem novo recorde desde o fim da Guerra Fria

O incidente ocorreu no horário do almoço, quando os trabalhadores da manhã encerravam seu turno.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários