Alan García, ex-presidente do Peru, cometeu suicídio após receber ordem de prisão
Reprodução
Alan García, ex-presidente do Peru, cometeu suicídio após receber ordem de prisão

O corpo do ex-presidente do Peru, Alan García, está sendo velado na Casa do Povo, em Lima, onde são prestadas homenagens por diversos setores políticos e simpatizantes. Pilar Nores, esposa de Garcia, e os filhos do casal acompanham o velório.

Leia também: Ex-presidente do Peru comete suicídio após receber ordem de prisão

O ex-presidente do Peru morreu nesta quarta-feira (17) durante uma cirurgia, depois de dar um tiro na cabeça ao receber ordem de prisão em sua casa, no bairro Miraflores, em Lima. García foi levado com urgência ao Hospital Casimiro Ulloa, na capital peruana, mas não resistiu. Ele tinha 69 anos, e sofreu três paradas cardíacas.

De acordo com as autoridades, o ex-presidente do Peru cometeu suicídio após saber que seria encarcerado. O secretário pessoal de García, Ricardo Pinedo, informou que o ex-presidente entrou em seu quarto depois de ser informado que um promotor de justiça estava na porta de sua casa, informou o jornal La Republica , de Lima.

Você viu?

Em novembro de 2018, o político chegou a pedir asilo no Uruguai, mas foi impedido de deixar o país natal por conta das investigações.

O caso da  Odebrecht  no Peru até agora espirrou mos presidentes Alejandro Toledo (2001-2006), Alan Garcia (2006-2011), Ollanta Humala (2011-2016) e Pedro Pablo Kuczynski (2016-2018). Todos estão sob investigação do Ministério Público peruano. Toledo, que supostamente recebeu US$ 20 milhões da empreiteira pela construção de uma rodovia, vive nos Estados Unidos. 

Leia também: Macron diz que Notre-Dame pode ser reconstruída em até cinco anos 

O escândalo também salpicou nas ex-candidatas Lourdes Flores e Keiko Fujimori, filha do ex-presidente do  Peru  Alberto Fujimori (1990-2000), em prisão preventiva pelo caso desde 31 de outubro. Negociações semelhantes de cooperação ocorreram também com Brasil, Estados Unidos, Suíça, República Dominicana, Panamá, Equador e Guatemala. 

O presidente do Peru , Martín Vizcarra, lamentou no Twitter a morte de Alan García. "Consternado com a morte do ex-presidente. Envio minhas condolências à família e pessoas queridas".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários