Tamanho do texto

Episódio aconteceu na cidade de Veneza durante viagem escolar; segundo autoridades, jovem se jogou de uma janela e teve que ser hospitalizada

Jovem com celular na mão
shutterstock
Francesa tentou suicídio ao se jogar da janela do banheiro do hotel

Uma história inusitada aconteceu na última quinta-feira (11) na cidade de Veneza, localizada no Nordeste da Itália,  e quase acabou em tragédia. Uma estudante francesa de 12 anos, que participava de uma excursão, tentou cometer suicídio ao se jogar do primeiro andar de um hotel depois que um professor confiscou os celulares da turma.

A tentativa de suicídio  foi revelado pelas autoridades italianas no último sábado(13). A adolescente, que não teve o nome revelado, precisou ser hospitalizada para tratar alguns ferimentos leves decorrentes da queda.

Leia também: Papa faz apelo e pede que jovens se libertem do vício pelos celulares

Segundo informações da polícia, um dos professores responsáveis pela viagem apreendeu todos os telefones celulares dos alunos como punição pelo barulho feito nos quartos do hotel durante a noite.

Em depoimento, as duas colegas de quarto da menina revelaram que, logo após a apreensão, ela se trancou no banheiro, abriu a janela e se jogou. Como o local ficava no primeiro andar, a queda não teve maiores consequências.

Os pais da jovem, que aparentemente sofre de problemas emocionais, foram chamados e já estão na cidade. Agora, ela deve ser ouvida pelas autoridades italianas na próxima segunda-feira (15).

Leia também: Procuradoria do Equador acusa suposto colaborador de Assange de ciberpirataria