Tamanho do texto

Onda gigante destruiu estrutura de show em praia na ilha de Java; baixista, guitarrista e empresário de banda morreram e ainda há desaparecidos

O devastador tsunami que atingiu a Indonésia e  deixou mais de 220 mortos e 800 feridos nesse sábado (22) foi registrado em vídeo durante show de uma banda no Estreito de Sunda, a região mais afetada pelo desastre.

A banda indonésia Seventeen se apresentava no Tanjung Lesung Beach, um dos vários resorts situados na Ilha de Java, quando a onda gigante surgiu por trás do palco, surpreendendo a todos. O tsunami destruiu toda a estrutura do local em instantes.

A banda confirmou neste domingo (23), por meio de suas redes sociais, a morte de três integrantes do grupo musical: o guitarrista Herman Sikumbang, o baixista conhecido como BaNi, e o empresário da banda, Oki Wijaya. Espectadores da apresentação também estão entre as vítimas, cujo número ainda não foi precisado pelas autoridades da Indonésia .

Leia também: O mundo cada vez mais debilitado: os maiores desastres naturais de 2018


O vocalista do grupo, Riefian "Ifan" Fajarsyah, publicou vídeo hoje cedo lamentando a morte de seus colegas e informando que ainda há pessoas desaparecidas. "Deu tudo errado. Peço orações para aqueles que se foram. Se Deus quiser, eles vão para o lugar mais nobre do paraíso", escreveu o músico. 

O show da banda Seventeen era para ser o ápice da festa de fim de ano para funcionários da empresa PLN, do ramo energético. O grupo musical ainda tinha mais um show agendado no mesmo resort para ocorrer neste domingo.

De acordo com as autoridades da Indonésia, o tsunami  teria sido causado pela erupção do vulcão Krakatoa, com um deslocamento submarino. De acordo testemunhas, a região foi atingida por duas ondas gigantes, sendo a segunda maior e mais forte.

Leia também: Tentativa de assalto a carro-forte termina em tiroteio e deixa um morto, em SP