Tamanho do texto

Três principais aquários da Carolina do Norte foram fechados já na terça-feira, após emissão de alerta sobre furacão; funcionários realizaram monitoramento nos locais e transferiram alguns animais para áreas seguras

Aquários da Carolina do Norte foram abandonados por cuidadores devido à aproximação do furacão Florence
Reprodução/Facebook NC Aquarium at Pine Knoll Shores
Aquários da Carolina do Norte foram abandonados por cuidadores devido à aproximação do furacão Florence

Aquários da Carolina do Norte foram abandonados por cuidadores devido à aproximação do furacão Florence. De acordo com o jornal The Independent , os responsáveis pelas tartarugas e peixes que habitam os três maiores aquários locais foram obrigados a cumprir ordens de evacuação na noite de quinta-feira (13).

Leia também: Furacão Florence toca o solo dos EUA na Carolina do Norte

A porta-voz do aquário de Pine Knoll Shores, Danielle Bolton, contou que os estabelecimentos pararam de funcionar na terça-feira (11), após a emissão de alertas sobre chegada do furacão Florence.  Ela ressaltou que, antes de seguirem as ordens enviadas a eles, fizeram um monitoramento nas alas de cada espécie e alimentaram todas as criaturas marinhas.

"Os animais são parte de nossa família, foi extremamente triste deixá-los desamparados. É muito angustiante ter fechado as portas e não sabermos o que está por vir, se vamos encontrá-los bem ou não”, disse.

No Aquário da Carolina do Norte, em Fort Fisher, os funcionários também atuaram para proteger os animais marinhos . “Os cuidadores estão preocupados. Não há como prever o que acontecerá com o espaço para o qual se dedicam todos os dias”, acrescentou Robin Nalepa, porta-voz do North Carolina Aquarium, que funciona desde 1976 e abriga peixes, tubarões, répteis e tartarugas marinhas.

Leia também: "A casa é tudo o que temos", diz americano obrigado a evacuar devido a furacão

Aquários foram equipados para proteger animais do furacão Florence

Funcionários cumpriram lista de verificação que incluía a preparação de habitats de animais para furacão Florence
Reprodução/Facebook NC Aquarium at Pine Knoll Shores
Funcionários cumpriram lista de verificação que incluía a preparação de habitats de animais para furacão Florence

Antes de partirem, os funcionários cumpriram uma extensa lista de verificação que incluía a preparação de habitats de animais para a tempestade , além de transferirem alguns deles para áreas mais seguras dos aquários. Os níveis de água foram completados e os geradores foram deixados funcionando para assegurar a oxigenação.

 Bolton observou que a escolha de levar somente alguns animais para esses ambientes mais protegidos se deu pelo fato de certas espécies serem mais resistentes do que outras. “Os tubarões, por exemplo, podem ficar de duas a três semanas sem comer, mas, de qualquer forma, esperamos que nenhum seja afetado", comentou.

Leia também: Furacão Florence faz mais de um milhão de pessoas abandonarem suas casas nos EUA

O Centro Nacional de Furacões de Miami comunicou que o olho do furacão Florence tocou, na manhã desta sexta-feira (14), o solo do estado norte-americano da Carolina do Norte, prevendo chuvas torrenciais e "inundações catastróficas". Segundo jornais locais, o furacão desceu para a categoria 1, porém, tornará a situação ainda mais complicada nos estados litorâneos por onde passar, já que estacionará por mais tempo, trazendo chuvas mais violentas que as previstas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.