Tamanho do texto

Após uma semana de buscas, a polícia do Texas encontrou a mulher de 32 anos que, vítima de violência doméstica, está sob os cuidados de sua família

A mulher que tocou a campainha não teve o nome divulgado porque, segundo a polícia, é uma vítima de violência doméstica
Reprodução/BBC News
A mulher que tocou a campainha não teve o nome divulgado porque, segundo a polícia, é uma vítima de violência doméstica

Uma mulher misteriosa, vista nas câmeras de segurança tocando a campainha de uma casa, foi localizada pela polícia do Condado de Montgomery, no estado americano do Texas. Segundo a BBC News , ela tem 32 anos e foi encotnrada depois de uma semana de buscas.

Leia também: Russo espanca esposa até a morte e grava ataque para mostrar 'controle' a amigos

O caso começou a ser investigado na última sexta-feira (24), quando um morador da comunidade de Sunrise Ranch foi acordado às 03h20 com o barulho da campainha . Ao atender a porta, não havia mais ninguém na calçada, o que fez o americano checar as imagens de suas câmeras de segurança. Foi assim que ele viu a mulher misteriosa que desapareceu após apertar o botão.

O vídeo foi enviado para a polícia local, que já havia recebido outros relatos de uma mulher descalça e com o pulso quebrado que, após se aproximar das residências, fugia. No entanto, como sua descrição e foto não batiam com a de nenhuma pessoa desaparecida na região, as autoridades bateram de porta em porta para tentar compreender o caso.

A mulher de 32 anos foi encontrada nesta quinta-feira (30), e foi deixada aos cuidados de sua família. Seu nome não foi divulgado porque os oficiais concluíram que ela é uma vítima de violência doméstica .

Leia também: Nova Zelândia aprova licença remunerada  para vítimas de violência doméstica

Mais detalhes do caso da "mulher da campainha"

A mulher que tocava campainha foi encontrada após um bilhete deixado pelo seu namorado, de 49 anos
Reprodução/BBC News
A mulher que tocava campainha foi encontrada após um bilhete deixado pelo seu namorado, de 49 anos

Os investigadores ainda precisam interrogá-la para descobrir mais informações sobre os ocorridos, e, até o momento, sabe-se que seu namorado de 49 anos foi encontrado morto após um suposto suicídio na manhã da quarta-feira (28).

“Nós só temos um lado da história até agora”, explicou o oficial do condado Scott Spencer. Ele também declarou que o homem em questão, cujo nome também não foi identificado, ligou para as autoridades alguns dias antes e fez comentários “de cunho suicida”.

Leia também: Vítimas de violência doméstica "deveriam se sentir orgulhosas", diz jornal russo

Spencer finalizou esclarecendo que a mulher que tocava a campainha foi encontrada depois da leitura do bilhete suicida do homem, que falou sobre a vítima de violência doméstica na mensagem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.