Tamanho do texto

Descoberta no mês de julho deste ano por um grupo de moradores, a parte 'desconhecida' do Muro de Berlim se tornou patrimônio histórico da cidade

Separado de outras partes já construídas do Muro de Berlim (como a da foto), a parede foi encontrada em junho
shutterstock
Separado de outras partes já construídas do Muro de Berlim (como a da foto), a parede foi encontrada em junho

Uma parte até agora desconhecida do Muro de Berlim, na Alemanha, foi encontrada em uma região residencial no noroeste da cidade. De acordo com a CNN , a estrutura foi descoberta por moradores que faziam um passeio na região em junho deste ano.

Leia também: Bomba da Segunda Guerra é encontrada em Berlim e 10 mil pessoas abandonam local

Com 20 metros de extensão, o pedaço do Muro de Berlim estava coberto por grafites e escondido por diversas árvores e arbustos, os resp

onsáveis por manter a existência da parede desconhecida por tantos anos.


A confirmação aconteceu na terça-feira (14), quando, no aniversário do começo da construção do muro, em 1961, o membro do conselho municipal da cidade Ephraim Gothe anunciou o que todos já desconfiavam: a estrutura realmente faz parte da estrutura histórica, um dos principais símbolos da Guerra Fria (1947-1991).

“Nossos especialistas conseguiram confirmar sua autenticidade, baseada nos materiais usados para a construção e suas medidas”, detalhou Gesine Beutin, porta-voz da Fundação Berlin Wall. “Além disso, encontramos postes de metal, que eram usados para a iluminação, e pedras semelhantes as do chamado ‘caminho da morte’”.

Leia também: Idosos fogem de casa de repouso para ir até festival de heavy metal na Alemanha

Como uma parte do Muro de Berlim ficou tanto tempo escondida?

A nova parte do Muro de Berlim se tornou patrimônio histórico da Alemanha nesta semana
shutterstock
A nova parte do Muro de Berlim se tornou patrimônio histórico da Alemanha nesta semana

Por quase três décadas, segundo o New York Times , a parede permaneceu escondida pelas obras do novo prédio do Serviço de Inteligência Federal da Alemanha . “Ela ainda está muito discreta, por mais que, agora, esteja rodeada por novas casa, de onde as pessoas podem ver o muro de suas janelas”, explicou Beutin.

Além disso, o patrimônio histórico costuma ser associado a porção oeste do Muro, com formato de L e um tubo circular no topo, o que não acontece com a parede recentemente descoberta. “Ela se parece com qualquer outra parede”, comentou a porta-voz.

Atualmente, os fragmentos da estrutura estão sobre o canalizado Rio Panke, em uma área administrada por uma companhia estatal. Os novos planos da empresa incluem transformar o local em um parque, deixar o rio em seu estado natural e encontrar uma forma de englobar a parede no projeto.

“Quando aconteceu a queda do Muro, todos em Berlim queriam que isso acontecesse, eles não podiam mais olhar para ele. Demorou um tempo para que fôssemos capazes de dizer que era importante preservar partes da história. Precisamos de lugares e objetos que mantenham as memórias vivas”, declarou sobre o período do fim da Guerra Fria.

Leia também: Biblioteca do Império Romano é encontrada na cidade de Colônia, na Alemanha

Gothe decidiu entrar com um pedido para fazer da nova parte do Muro de Berlim patrimônio histórico do país, e agora, a parede faz parte da lista de monumentos protegidos da cidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.