Tamanho do texto

Maria Bologna tinha 95 anos e morreu no ano passado, quando o Hospital Maggiore, em Trieste, na Itália, descobriu que receberia o valor em dinheiro

A enfermeira, que era viúva e viu seu único filho morrer para uma doença grave, deixou a herança para o hospital
Creative Commons/Pixabay
A enfermeira, que era viúva e viu seu único filho morrer para uma doença grave, deixou a herança para o hospital

A enfermeira Maria Bologna deixou 600 mil euros (aproximadamente R$ 2,7 milhões) de herança para o hospital onde trabalhou durante toda a sua vida. A italiana não tinha parentes vivos e, em seu testamento, deixou registrado que queria doar todo o valor para o centro médico.

Leia também: Idosa ganha R$ 1 mi na loteria após esquecer bilhete na bolsa por três semanas

Bologna era viúva, viu o único filho ser vítima fatal de uma grave doença e morreu no ano passado, aos 95 anos. Pouco antes, decidiu que o melhor destino para a herança em dinheiro seria o Hospital Maggiore, na cidade de Trieste, na Itália, onde a enfermeira exerceu sua profissão por décadas.

Mais de seis meses após a morte da profissional da saúde, a associação do centro médico aceitou a doação e elaborou um plano para definir em que o dinheiro será aplicado. De acordo com a instituição, todo o valor será distribuído em um plano de três anos, entre 2018 e 2020, em manutenções e ações para o desenvolvimento do patrimônio.

Estão incluídas a construção de um vestiário com equipamentos, 450 armários e móveis na nova sede de transfusão e sangue e também para o centro único de administração antiblástica (um tipo de quimioterapia). Além disso, o refeitório e a entrada do hospital passarão por obras de modernização.

Herança milionária para gatos

Gatos ricos: Troy e Tiger são agora dois gatos que terão uma fortuna de herança para gastar em ração e brinquedinhos
Thinkstock
Gatos ricos: Troy e Tiger são agora dois gatos que terão uma fortuna de herança para gastar em ração e brinquedinhos


Em outro caso de destinos incomuns como herdeiros, uma escritora milionária morreu no bairro de Bronx, nos Estados Unidos, e deixou parte de sua fortuna para seus dois gatos de estimação .

Os bichanos, Troy e Tiger, são agora donos de US$ 300 mil – o equivalente a R$ 900 mil, sendo que o dinheiro é uma singela homenagem, representando apenas 10% de toda a fortuna de Ellen Frey-Wouter, escritora de Nova York.

Com 88 anos, a escritora milionária vivia sozinha com seus gatos desde que seu marido, um antigo professor universitário, morreu em 1980.

Troy e Tiger passarão agora a viver com duas cuidadoras diferentes. O dinheiro, segundo o testamento, servirá para arcar com os custos de alimentação, saúde, bem-estar e diversão dos animais.

Leia também: Funcionários de brechó acham R$ 136 mil doados 'por engano' em caixa de boneca

“Os gatos merecem. Eram como os bebês dela”, afirmou Dahlia Grizzle, uma das cuidadoras dos gatos que receberão a herança , em entrevista ao jornal norte-americano  The New York Post .  Dahlia vai cuidar de Tiger, a quem se refere como "um gato maravilhoso".

*Com informações da Agência Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.